publicações

Comunicados imuê – Políticas da Pandemia

Comunicados imuê – Políticas da Pandemia

No período da quarentena o imuê fará uma série de consultas com lideranças que estão na linha de frente vivendo os impactos da pandemia do coronavírus nas comunidades. O objetivo é traçar estratégias emergenciais e pensar juntas soluções para a proteção das mulheres mais afetadas pelas medidas econômicas e de isolamento social.  O primeiro encontro foi no dia 24/03 com o Grupo Comunidade Assumindo suas Crianças que atua em Peixinhos, Olinda-PE, desde 1986. Tivemos como desdobramentos a articulação da Rede Periférica de Olinda e a produção de Comunicados do imuê.
I fórum imuê – A abordagem etnográfica e o desafio das composições coletivas

I fórum imuê – A abordagem etnográfica e o desafio das composições coletivas

Com o intuito de promover discussões públicas que possam guiar conceitualmente o trabalho do instituto, o imuê realizou entre os dias 30 de setembro e 1º de outubro de 2019 o “I fórum imuê – Economia, Antropologia e Feminismo”, em parceria com o Laboratório de Experimentações Etnográficas (LE-E) do Programa de Pós-graduação em Antropologia Social da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Esta publicação é fruto das discussões travadas ao longo desses dois dias em que, por meio da leitura e debate de textos em antropologia econômica e economia feminista, procuramos delimitar a base conceitual do instituto. 
Relatório de Atividades 2019

Relatório de Atividades 2019

O Relatório de Atividades - imuê/ 2019 tem o intuito de apresentar as ações empreendidas para a constituição do Instituto imuê e os resultados de consolidação da organização e sua institucionalização. O imuê começa a se enraizar em outubro de 2018, quando um coletivo de pesquisadoras se organizam para pensar maneiras de planejar e executar projetos de pesquisa que possam produzir e disseminar dados os quais sirvam de subsídios para ações direcionadas à defesa de direitos econômicos de mulheres.
Elisângela Maranhão dos Santos – Mães da Saudade de Pernambuco: resistência e luta pela vida

Elisângela Maranhão dos Santos – Mães da Saudade de Pernambuco: resistência e luta pela vida

"Com este livro, esperamos que a experiência dessas mulheres, que perpetuam a vida por meio de suas memórias, se dissemine como uma história de força e resistência. Assim como o inhame, que mata a fome de tanta gente no Nordeste. Que resiste, nascendo e renascendo sem precisar de semente. Que se espalha, brotando de cabeça em cabeça." (Santos, 2017, p. 14)